Announcing: BahaiPrayers.net


More Books by Biblia-AT (Trad. Joao Ferreira de Almeida)

1o-Crónicas
1o-Reis
1o-Samuel
2o-Crónicas
2o-Reis
2o-Samuel
Ageu
Amós
Canticos de Salom¦o
Daniel
Deutrenómio
Eclesiastes
Esdras
Ester
Exodo
Ezequiel
Genesis
Habacuque
Isaías
Jeremias
Joel
Jonas
Josué
Juízes

LamentaçSes de Jeremias
Levitico
Malaquias
Miquéas
Naum
Neemias
Numeros
Obadias
Oseias
Provérbios
Rute
Salmos
Sofonias
Zacarias
Free Interfaith Software

Web - Windows - iPhone








Biblia-AT (Trad. Joao Ferreira de Almeida) : Joel
LIVRO DE JOEL

--------------------------------------------------------------------------------

Capitulo 1

1 Palavra do SENHOR, que foi dirigida a Joel, filho de Petuel.

2 Ouvi isto, vós anciäos, e escutai, todos os moradores da terra: Porventura isto aconteceu em vossos dias, ou nos dias de vossos pais?

3 Fazei sobre isto uma narraçäo a vossos filhos, e vossos filhos a seus filhos, e os filhos destes à outra geraçäo.

4 O que ficou da lagarta, o gafanhoto o comeu, e o que ficou do gafanhoto, a locusta o comeu, e o que ficou da locusta, o pulgäo o comeu.

5 Despertai-vos, bêbados, e chorai; gemei, todos os que bebeis vinho, por causa do mosto, porque tirado é da vossa boca.

6 Porque subiu contra a minha terra uma naçäo poderosa e sem número; os seus dentes säo dentes de leäo, e têm queixadas de um leäo velho.

7 Fez da minha vide uma assolaçäo, e tirou a casca da minha figueira; despiu-a toda, e a lançou por terra; os seus sarmentos se embranqueceram.

8 Lamenta como a virgem que está cingida de saco, pelo marido da sua mocidade.

9 Foi cortada a oferta de alimentos e a libaçäo da casa do SENHOR; os sacerdotes, ministros do SENHOR, estäo entristecidos.

10 O campo está assolado, e a terra triste; porque o trigo está destruído, o mosto se secou, o azeite acabou.

11 Envergonhai-vos, lavradores, gemei, vinhateiros, sobre o trigo e a cevada; porque a colheita do campo pereceu.

12 A vide se secou, a figueira se murchou, a romeira também, e a palmeira e a macieira; todas as árvores do campo se secaram, e já näo há alegria entre os filhos dos homens.

13 Cingi-vos e lamentai-vos, sacerdotes; gemei, ministros do altar; entrai e passai a noite vestidos de saco, ministros do meu Deus; porque a oferta de alimentos, e a libaçäo, foram cortadas da casa de vosso Deus.

14 Santificai um jejum, convocai uma assembléia solene, congregai os anciäos, e todos os moradores desta terra, na casa do SENHOR vosso Deus, e clamai ao SENHOR.

15 Ai do dia! Porque o dia do SENHOR está perto, e virá como uma assolaçäo do Todo-Poderoso.

16 Porventura o mantimento näo está cortado de diante de nossos olhos, a alegria e o regozijo da casa de nosso Deus?

17 As sementes apodreceram debaixo dos seus torröes, os celeiros foram assolados, os armazéns derrubados, porque se secou o trigo.

18 Como geme o animal! As manadas de gados estäo confusas, porque näo têm pasto; também os rebanhos de ovelhas estäo perecendo.

19 A ti, ó SENHOR, clamo, porque o fogo consumiu os pastos do deserto, e a chama abrasou todas as árvores do campo.

20 Também todos os animais do campo bramam a ti; porque as correntes de água se secaram, e o fogo consumiu os pastos do deserto.

--------------------------------------------------------------------------------

Capitulo 2

1 Tocai a trombeta em Siäo, e clamai em alta voz no meu santo monte; tremam todos os moradores da terra, porque o dia do SENHOR vem, já está perto;

2 Dia de trevas e de escuridäo; dia de nuvens e densas trevas, como a alva espalhada sobre os montes; povo grande e poderoso, qual nunca houve desde o tempo antigo, nem depois dele haverá pelos anos adiante, de geraçäo em geraçäo.

3 Diante dele um fogo consome, e atrás dele uma chama abrasa; a terra diante dele é como o jardim do Éden, mas atrás dele um desolado deserto; sim, nada lhe escapará.

4 A sua aparência é como a de cavalos; e como cavaleiros assim correm.

5 Como o estrondo de carros, iräo saltando sobre os cumes dos montes, como o ruído da chama de fogo que consome a pragana, como um povo poderoso, posto em ordem para o combate.

6 Diante dele temeräo os povos; todos os rostos se tornaräo enegrecidos.

7 Como valentes correräo, como homens de guerra subiräo os muros; e marchará cada um no seu caminho e näo se desviará da sua fileira.

8 Ninguém apertará a seu irmäo; marchará cada um pelo seu caminho; sobre a mesma espada se arremessaräo, e näo seräo feridos.

9 Iräo pela cidade, correräo pelos muros, subiräo às casas, entraräo pelas janelas como o ladräo.

10 Diante dele tremerá a terra, abalar-se-äo os céus; o sol e a lua se enegreceräo, e as estrelas retiraräo o seu resplendor.

11 E o SENHOR levantará a sua voz diante do seu exército; porque muitíssimo grande é o seu arraial; porque poderoso é, executando a sua palavra; porque o dia do SENHOR é grande e mui terrível, e quem o poderá suportar?

12 Ainda assim, agora mesmo diz o SENHOR: Convertei-vos a mim de todo o vosso coraçäo; e isso com jejuns, e com choro, e com pranto.

13 E rasgai o vosso coraçäo, e näo as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal.

14 Quem sabe se näo se voltará e se arrependerá, e deixará após si uma bênçäo, em oferta de alimentos e libaçäo para o SENHOR vosso Deus?

15 Tocai a trombeta em Siäo, santificai um jejum, convocai uma assembléia solene.

16 Congregai o povo, santificai a congregaçäo, ajuntai os anciäos, congregai as crianças, e os que mamam; saia o noivo da sua recámara, e a noiva do seu aposento.

17 Chorem os sacerdotes, ministros do SENHOR, entre o alpendre e o altar, e digam: Poupa a teu povo, ó SENHOR, e näo entregues a tua herança ao opróbrio, para que os gentios o dominem; porque diriam entre os povos: Onde está o seu Deus?

18 Entäo o SENHOR se mostrou zeloso da sua terra, e compadeceu-se do seu povo.

19 E o SENHOR, respondendo, disse ao seu povo: Eis que vos envio o trigo, e o mosto, e o azeite, e deles sereis fartos, e vos näo entregarei mais ao opróbrio entre os gentios.

20 Mas removerei para longe de vós o exército do norte, e lançá-lo-ei em uma terra seca e deserta; a sua frente para o mar oriental, e a sua retaguarda para o mar ocidental; e subirá o seu mau cheiro, e subirá a sua podridäo; porque fez grandes coisas.

21 Näo temas, ó terra: regozija-te e alegra-te, porque o SENHOR fez grandes coisas.

22 Näo temais, animais do campo, porque os pastos do deserto reverdeceräo, porque o arvoredo dará o seu fruto, a vide e a figueira daräo a sua força.

23 E vós, filhos de Siäo, regozijai-vos e alegrai-vos no SENHOR vosso Deus, porque ele vos dará em justa medida a chuva temporä; fará descer a chuva no primeiro mês, a temporä e a seródia.

24 E as eiras se encheräo de trigo, e os lagares transbordaräo de mosto e de azeite.

25 E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgäo e a lagarta, o meu grande exército que enviei contra vós.

26 E comereis abundantemente e vos fartareis, e louvareis o nome do SENHOR vosso Deus, que procedeu para convosco maravilhosamente; e o meu povo nunca mais será envergonhado.

27 E vós sabereis que eu estou no meio de Israel, e que eu sou o SENHOR vosso Deus, e que näo há outro; e o meu povo nunca mais será envergonhado.

28 E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizaräo, os vossos velhos teräo sonhos, os vossos jovens teräo visöes.

29 E também sobre os servos e sobre as servas naqueles dias derramarei o meu Espírito.

30 E mostrarei prodígios no céu, e na terra, sangue e fogo, e colunas de fumaça.

31 O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do SENHOR.

32 E há de ser que todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo; porque no monte Siäo e em Jerusalém haverá livramento, assim como disse o SENHOR, e entre os sobreviventes, aqueles que o SENHOR chamar.

--------------------------------------------------------------------------------

Capitulo 3

1 Porque, eis que naqueles dias, e naquele tempo, em que removerei o cativeiro de Judá e de Jerusalém,

2 Congregarei todas as naçöes, e as farei descer ao vale de Jeosafá; e ali com elas entrarei em juízo, por causa do meu povo, e da minha herança, Israel, a quem elas espalharam entre as naçöes e repartiram a minha terra.

3 E lançaram sortes sobre o meu povo, e deram um menino por uma meretriz, e venderam uma menina por vinho, para beberem.

4 E também que tendes vós comigo, Tiro e Sidom, e todas as regiöes da Filístia? É tal o pago que vós me dais? Pois se me pagais assim, bem depressa vos farei tornar a vossa paga sobre a vossa cabeça.

5 Visto como levastes a minha prata e o meu ouro, e as minhas coisas desejáveis e formosas pusestes nos vossos templos.

6 E vendestes os filhos de Judá e os filhos de Jerusalém aos filhos dos gregos, para os apartar para longe dos seus termos.

7 Eis que eu os suscitarei do lugar para onde os vendestes, e farei tornar a vossa paga sobre a vossa própria cabeça.

8 E venderei vossos filhos e vossas filhas na mäo dos filhos de Judá, que os venderäo aos sabeus, a um povo distante, porque o SENHOR o disse.

9 Proclamai isto entre os gentios; preparai a guerra, suscitai os fortes; cheguem-se, subam todos os homens de guerra.

10 Forjai espadas das vossas enxadas, e lanças das vossas foices; diga o fraco: Eu sou forte.

11 Ajuntai-vos, e vinde, todos os gentios em redor, e congregai-vos. O SENHOR, faze descer ali os teus fortes;

12 Suscitem-se os gentios, e subam ao vale de Jeosafá; pois ali me assentarei para julgar todos os gentios em redor.

13 Lançai a foice, porque já está madura a seara; vinde, descei, porque o lagar está cheio, e os vasos dos lagares transbordam, porque a sua malícia é grande.

14 Multidöes, multidöes no vale da decisäo; porque o dia do SENHOR está perto, no vale da decisäo.

15 O sol e a lua enegreceräo, e as estrelas retiraräo o seu resplendor.

16 E o SENHOR bramará de Siäo, e de Jerusalém fará ouvir a sua voz; e os céus e a terra tremeräo, mas o SENHOR será o refúgio do seu povo, e a fortaleza dos filhos de Israel.

17 E vós sabereis que eu sou o SENHOR vosso Deus, que habito em Siäo, o meu santo monte; e Jerusalém será santa; estranhos näo passaräo mais por ela.

18 E há de ser que, naquele dia, os montes destilaräo mosto, e os outeiros manaräo leite, e todos os rios de Judá estaräo cheios de águas; e sairá uma fonte, da casa do SENHOR, e regará o vale de Sitim.

19 O Egito se fará uma desolaçäo, e Edom se fará um deserto assolado, por causa da violência que fizeram aos filhos de Judá, em cuja terra derramaram sangue inocente.

20 Mas Judá será habitada para sempre, e Jerusalém de geraçäo em geraçäo.

21 E purificarei o sangue dos que eu näo tinha purificado; porque o SENHOR habitará em Siäo.

--------------------------------------------------------------------------------


Table of Contents: Albanian :Arabic :Belarusian :Bulgarian :Chinese_Simplified :Chinese_Traditional :Danish :Dutch :English :French :German :Hungarian :Italian :Japanese :Korean :Latvian :Norwegian :Persian :Polish :Portuguese :Romanian :Russian :Spanish :Swedish :Turkish :Ukrainian :