Announcing: BahaiPrayers.net


More Books by Enciclicas

Deus caritas est (25 Dezembro 2005)
Spe salvi (30 Novembro 2007)
Centesimus annus
Dives in misericordia
Dominum et vivificantem
ECCLESIA DE EUCHARISTIA
Evangelium vitae
FIDES ET RATIO
Laborem exercens
Redemptor hominis
Redemptoris Mater
Redemptoris missio
Sollicitudo rei socialis
Ut unum sint
Ad Petri Cathedram (29 Junho 1959)
Aeterna Dei Sapientia (11 Novembro 1961)
Grata Recordatio (26 Septembro 1959)
Mater et Magistra (15 Maio 1961)
Pacem in Terris (11 Abril 1963)
Paenitentiam Agere (1 Julho 1962)
Princeps Pastorum (28 Novembro 1959)
Sacerdotii Nostri Primordia (1 Augosto 1959)
Adiutricem (5 Septembro 1895)
Augustissimae Virginis Mariae (12 Setembro 1897)
Dall'alto dell'Apostolico Seggio (15 Outubro 1890)
Diuturni Temporis (5 Setembro 1898)
Fidentem Piumque Animum (20 Setembro 1896)
Humanum Genus (20 Abril 1884)
Immortale Dei (1 Novembro 1885)
Inscrutabili Dei Consilio (12 Abril 1878)
Iucunda Semper Expectatione (8 Setembro 1894)
Magnae Dei Matris (8 Setembro 1892)
Octobri Mense (22 Setembro 1891)
Rerum Novarum (15 Maio 1891)
Superiore Anno (30 Agosto 1884)
Supremi Apostolatus Officio (1 Setembro 1883)
CHRISTI MATRI ROSARII
ECCLESIAM SUAM
HUMANAE VITAE
MENSE MAIO
MYSTERIUM FIDEI
POPULORUM PROGRESSIO
SACERDOTALIS CAELIBATUS
Pascendi Dominici Gregis (8 Septembro 1907)
DIVINI ILLIUS MAGISTRI
MORTALIUM ANIMOS
QUADRAGESIMO ANNO
VIGILANTI CURA
AD APOSTOLORUM PRINCIPIS
AD CAELI REGINAM
ANNI SACRI
AUSPICIA QUAEDAM
COMMUNIUM INTERPRETES DOLORUM
DEIPARAE VIRGINIS MARIAE
DIVINO AFFLANTE SPIRITU
DOCTOR MELLIFLUUS
HUMANI GENERIS
IN MULTIPLICIBUS CURIS
INGRUENTIUM MALORUM
LE PELERINAGE DE LOURDES
MEDIATOR DEI
MEMINISSE IUVAT
MIRABILE ILLUD
MUSICAE SACRAE DISCIPLINA
MYSTICI CORPORIS
OPTATISSIMA PAX
ORIENTALIS ECCLESIAE
QUEMADMODUM
SACRA VIRGINITAS
SAECULO EXEUNTE OCTAVO
SEMPITERNUS REX CHRISTUS
SERTUM LAETITIAE
SUMMI MAERORIS
Free Interfaith Software

Web - Windows - iPhone








Enciclicas : DEIPARAE VIRGINIS MARIAE
CARTA ENCÍCLICA DO PAPA PIO XII
DEIPARAE VIRGINIS MARIAE(*)
PROPOSTA DE DEFINIÇÃO DO DOGMA DA
ASSUNÇÃO DA BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA
Aos veneráveis irmãos, Patriarcas, Primazes,
Arcebispos e demais Ordinários em paz e comunhão
com a Sé Apostólica

1. Invocando e experimentando os fiéis e cristãos o contínuo auxílio da Virgem Maria Mãe de Deus, desejam honrá-la cada vez mais; e, porque o amor, se está verdadeira e profundamente arraigado nos corações, por si mesmo se manifesta em novos testemunhos, esforçam-se por dar provas, no decurso dos séculos de mais intensa devoção para com ela. Acontece por isso, segundo a nossa convicção, que desde há algum tempo se apresentam à Sé Apostólica cartas de súplica - as que foram recebidas entre 1849 e 1940, reunidas em dois volumes e ilustradas com oportunos comentários, foram editadas recentemente - enviadas por cardeais, arcebispos, bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas, associações, universidades e, enfim, por inumeráveis fiéis particulares, com o objetivo de que se declare e defina solenemente como dogma de fé que a bem-aventurada virgem Maria subiu em corpo aos céus. E, de certo, ninguém ignora que isso mesmo foi pedido com ardentes votos por quase 200 padres do concílio Vaticano.

2. Posto à frente do reino de Cristo para o defender e ajudar, cabe-nos o incessante cuidado e o vigilante dever, não só de afastar quanto lhe seja prejudicial, mas ainda de levar por diante quanto lhe seja de proveito. Por isso já desde o começo do nosso supremo pontificado se nos oferece a questão que há de ser diligentemente examinada e investigada: se é lícito, decoroso e conveniente que, interposto o nosso poder, sejam secundadas as referidas petições. Por este motivo não temos deixado nem deixaremos de elevar a Deus insistentes preces, para que nos inspire e dê a conhecer os desígnios da sua sempre adorável benignidade.

3. A fim de alcançarmos favoravelmente este auxílio da luz celestial, uni, veneráveis irmãos, com piedoso esforço, as vossas preces às nossas. Enquanto com paternal coração a isso vos exortamos, seguindo o caminho e o modo de proceder de nossos predecessores, sobretudo de Pio IX ao ter que definir a imaculada conceição da Mãe de Deus, insistentemente vos rogamos que nos deis a conhecer com que devoção, conforme a sua fé e piedade, o clero e o povo comados à vossa direção veneram a assunção da beatíssima Virgem Maria. E, sobretudo, desejamos vivamente conhecer se vós, veneráveis irmãos, julgais, segundo a vossa sabedoria e prudência, que a assunção corporal da bem-aventurada Virgem Maria pode ser proposta e definida, e se o desejais ansiosamente com o vosso clero e povo.

4. Esperando as vossas respostas, que quanto mais rápidas mais gratas nos serão, pedimos para vós, veneráveis irmãos, e para os vossos féis, a largueza dos dons divinos e o favor da excelsa Virgem Maria, enquanto amantissimamente no Senhor vos concedemos a vós e à grei confiada aos vossos cuidados, em testemunho da nossa paternal benevolência, a bênção apostólica.

Dado em Roma, junto de São Pedro, no dia 1 ° de maio do ano de 1946, VIII do nosso pontificado.

PIO PP. XII

(*) Sobre a oportunidade em definir o dogma da Assunção de Nossa Senhora. A resposta afirmativa dos pastores da grei católica fará certamente, que o 19° centenário da morte de Nossa Senhora seja assinalado com a definição dogmática duma crença tão arraigada na consciência cristã.


Table of Contents: Albanian :Arabic :Belarusian :Bulgarian :Chinese_Simplified :Chinese_Traditional :Danish :Dutch :English :French :German :Hungarian :Italian :Japanese :Korean :Latvian :Norwegian :Persian :Polish :Portuguese :Romanian :Russian :Spanish :Swedish :Turkish :Ukrainian :