Announcing: BahaiPrayers.net


More Books by William Sears

A Verdadeira Posição do Bahá'í
Free Interfaith Software

Web - Windows - iPhone








William Sears : A Verdadeira Posição do Bahá'í
A VERDADEIRA POSIÇÃO DO BAHÁ'Í

E AS GRANDIOSAS OPORTUNIDADES À NOSSA DISPOSIÇÃO

William Sears

Excertos de uma carta da Mão da Causa de Deus, William Sears, de 19 de janeiro de 1982.

Editora Bahá'í do Brasil

Tradução e Revisão: Coordenação Nacional de Revisão e Tradução dos Bahá'ís do Brasil

Amados amigos e companheiros bahá'ís,

Já escrevemos, mais ou menos, em pormenor, a respeito de nossa supre-ma Casa Universal de Justiça, dos Corpos Continentais de Conselheiros, das Assembléias Espirituais Nacionais, de suas instituições auxiliares, e do tremendo poder que as instituições supracitadas podem liberar dentro do mundo, para o benefício de toda a humanidade, quando funcionam harmoniosamente em amor e unidade.

É um poder e uma força que confundem a imaginação e deixam-na atônita.

Esta carta irá examinar devidamente a importância e o significado do instrumento através do qual essa força, esse poder de amor e justiça podem ser liberados dentro do mundo.

Você e eu - "É do crente", assegura-nos nosso amado Guardião, que "a revitalização, a expansão e o enriquecimento" de cada frente doméstica "devem depender em última análise" - de nós, os bahá'ís.

Jamais houve, em toda a história da religião, uma história mais eletrizante que a nossa.

Quem somos nós, na realidade? Nós, os bahá'ís do mundo, quem somos?

O amado Guardião deixava claro aos peregrinos que se soubéssemos verdadeiramente Quem Bahá'u'lláh é e quem nós somos, por sermos Seus seguidores, nossas cabeças curvar-se-iam até o chão, e haveríamos de estar vertendo lágrimas de júbilo pelo simples fato de vivermos e respirar-mos, por um só momento, neste precioso e incomparável Dia!

São palavras minhas do pensamento dele, expressas durante minha própria peregrinação.

Tal qual Ezequiel e Daniel, seríamos completamente dominados e transformados pela presença da Glória de Deus, incapazes que seríamos de contemplar Sua transcendente glória e beleza.

De tal modo estupendas são as palavras do próprio Bahá'u'lláh sobre nós - Seus seguidores verdadeiros - que debulham-nos as lágrimas, comovendo nossos corações com estupefação e assombro.

As Palavras de Bahá'u'lláh deveriam, igualmente, inspirar-nos a levantarmo-nos com um espírito atingido por qualquer ação que tenhamos empreendido outrora. Nossos corações deveriam ficar a tal ponto incendiados e inflamados com entusiasmo que o mundo inteiro seria impotente para resistir a nosso ensino.

De fato, é exatamente isso que nos está prometido em nossas Escrituras. Essa é a história dessa carta.

Portanto, recordemos por um momento as bênçãos conferidas àqueles de nós que estão ativos neste Dia, o qual Bahá'u'lláh mesmo assevera: "não tem paralelo nos anais do passado, nem as eras futuras irão testemunhar algo igual."1

Obviamente que nós, Seus seguidores, temos de ser algo muito especial. O que diz o próprio Bahá'u'lláh sobre nós? Sobre você? E sobre mim? E o que podemos vir a ser?

Cito agora Palavras de Bahá'u'lláh:

"É tal a posição destinada ao verdadeiro crente que, se fosse revelada à humanidade uma pequena parte de sua glória - menor até em tamanho que o furo de uma agulha - todos os que a contemplassem consumir-se-iam na ânsia de alcançá-la. ...

Se levantasse o véu, manifestando assim a plena glória da posição dos que se tenham voltado inteiramente para Deus e renunciado o mundo por Seu amor, toda a criação ficaria estupefata." 2

Ampliando ainda mais esta elevada posição do verdadeiro crente, 'Abdu'l-Bahá declara:

"A posição a ser atingida por aquele que haja reconhecido verdadeiramente esta Revelação, é igual àquela destinada aos profetas da casa de Israel que não sejam considerados Manifestantes dotados de constância." 3

Amados amigos, seria necessário um livro, na totalidade de sua extensão, para relatar a maravilha e a grandeza que Bahá'u'lláh e o Amado Mestre atribuem a nós - os bahá'ís vivendo neste exato Dia - se formos fiéis e firmes.

É impossível exagerar-se ou dar-se uma ênfase excessiva à glória da posição de tais crentes. E não há razão porque estas maravilhosas Palavras não devam aplicar-se a nós.

Reflita novamente sobre estas incríveis Palavras de Bahá'u'lláh a respeito de você, onde quer que você viva e sirva à Fé. Preste atenção!

Bahá'u'lláh diz-nos que através da simples revelação da palavra Formadora efluindo de seus lábios, tal poder emana que tem a capacidade de gerar "através de sucessivas eras, todas as múltiplas artes que as mãos do homem podem produzir".

Escreve Bahá'u'lláh:

"Se são estas as bênçãos conferidas a todas as coisas criadas, quão superior há de ser o destino do verdadeiro crente, cuja existência e vida devem ser consideradas o propósito originador de toda a criação."4

Releia isso várias vezes.

Em uma carta como esta, nada podemos fazer senão apenas aludir a um tema tão sublime. Entretanto, estas Palavras, tão somente, deveriam ser mais que suficientes para recriar e transformar nossas vidas. Elas deveriam lançar-nos no mais grandioso esforço de ensino jamais realizado neste planeta.

O Amado Mestre, 'Abdu'l-Bahá, disse que o poder que Bahá'u'lláh conferiu a nós - você e eu - é tão grande que havia "confundido os santos de eras passadas". Eles ansiavam, afirmou Ele, por "participar, por um único momento, de sua grande glória". Aqueles admiráveis e santos vultos de outrora "desejavam ardentemente" - disse Ele - "com olhos banhados em lágrimas, viver, ainda que por um instante" no Dia de Bahá'u'lláh.

"Não sendo seus talentos realizados" - declara o Mestre - "retornaram eles ao Grandioso Além."

Então, 'Abdu'l-Bahá revela-nos que fomos abençoados num grau superior a todos aqueles gigantes espirituais do passado.

"A despeito de nosso absoluto desmerecimento" - diz a Abençoada Beleza - "elegeu conferir-nos uma dádiva pela qual as almas fortes de épocas passadas em vão ansiaram."

Esse é apenas um diminuto vislumbre de quem somos nós, os instrumentos de Deus escolhidos neste Dia para erigir o "Reino de Deus na Terra, prometido por Cristo".

Não há ninguém, quer pertença ao passado ou ao presente, mais abençoado que nós. Nenhuma meta na vida é comparável a esta: ser um "instrumento" do Prometido de todas as épocas.

"Não apenas séculos, mas eras devem expirar", escreveu 'Abdu'l-Bahá, antes que oportunidades como as que agora possuímos nas palmas de nossas mãos voltem a existir.

Quão preciosa é cada hora destes dias! Cada momento ... é um momento áureo, para nós e para o mundo.

Será que compreendemos e atribuímos o devido apreço da nossa grandeza?

"Quão gratos devemos ser" - relembra 'Abdu'l-Bahá - "por, neste Dia, havermos sido feitos os receptáculos de tão estupendo favor! Oxalá tivéssemos dez mil vidas para oferecê-las como agradecimento por tão raro privilégio, tão elevada consecução e tão preciosa dádiva!"

Esse, bem amados amigos, é ainda um outro breve vislumbre da maravilha que é quem somos nós e o que podemos vir a ser.

Que estas palavras do Amado Mestre inspirem-nos a tornarmo-nos um daqueles poderosos instrumentos do Supremo Redentor da humanidade, o Rei dos Reis, o Senhor dos Exércitos.

É Ele Quem está por trás de nós em todas as nossas realizações.

E que estas palavras do Amado Mestre guiem cada passo dado por nós:

"Ó meu amigo! O Fogo imperecível que o Senhor do Reino acendeu na Árvore Sagrada, flameja intensamente no âmago do mundo. A conflagração assim provocada há de envolver toda a terra. Suas chamas ardentes iluminarão seus povos e raças. Já se revelaram todos os sinais; já se manifestou aquilo a que os profetas aludiram. Tudo o que as Escrituras do passado encerraram tornou-se evidente. Não mais será possível duvidar ou hesitar... O tempo urge. O Corcel Divino impacienta-se; não mais esperará. É nosso dever apressarmo-nos e, antes que seja tarde, ganhar a vitória. ...

Que mais posso Eu dizer? Que mais pode Minha pena relatar? Com as vibrações de tão forte chamado, que repercute do Reino de Abhá, os ouvidos mortais quase ensurdecem. Toda a criação parece-me cambalear e se desmoronar em conseqüência do chamado Divino que procede do trono da glória. Mais do que isso não posso escrever."5

Pode-se julgar que este seria o término da história e da carta, tão maravilhosa, tão fantástica e tão emocionante foram as Palavras do Uno e único Supremo Redentor da humanidade neste Dia, e as Palavras de Seu Arauto e dos Intérpretes de Sua Revelação?

A verdade é que a história mal principia.
A melhor e mais notável parte ainda está por vir.
Você está atento?

Agora é o tempo de ponderarmos nossa parte neste grandioso drama. Perguntemo-nos o que nós podemos fazer a fim de aproveitarmos todas estas dádivas. Questionemos a nós mesmos como melhor podemos levantarmo-nos e aproveitar nossas oportunidades - oportunidades áureas, inestimáveis e que podem jamais voltar a nós.

Nosso amado Guardião disse que há oportunidades que vem uma vez durante a vida; já algumas vêm a cada cem anos, enquanto outras vêm uma só vez para jamais retornar!

Doravante, aproveitemos cada uma que cruzar nosso caminho, pois jamais poderemos saber com qual das três espécies estamos nos defrontando.

Caso estivermos propensos, em qualquer ocasião, a cometer o grave equívoco de supor que estas grandes vitórias no campo do ensino são destinadas a alguma outra pessoa, ou seja, alguém mais culto, mais famoso ou mais abastado que nós mesmos, jamais permitamos que estas palavras escritas em nome de nosso amado Guardião, fujam-nos à memória:

"Eles (os bahá'ís) devem recordar a gloriosa história da Causa, a qual... foi estabelecida por almas dedicadas que, em sua maioria, eram desprovidas de riqueza, fama ou muita instrução, mas cuja devoção, fervor e auto-sacrifício suplantaram todos os obstáculos e conquistaram vitórias miraculosas para a Fé de Deus."6

Ninguém é omitido. Cada um de nós possui as qualidades necessárias para desempenhar o papel de um desses miraculosos instrutores de Bahá'u'lláh.

'Abdu'l-Bahá assegurou que as pessoas mais simples, mais humildes e incultas compreendiam esta verdade inquestionável. O amado Guardião lembrou-nos que se Cristo, que era Filho, pode erguer Pedro que "não podia saber qual era o dia da semana... tornando-o digno de ser Seu sucessor e o fundador de Sua Igreja, quanto mais não poderá o Pai, que é Bahá'u'lláh, capacitar o mais débil e insignificante dentro Seus seguidores para realizar... tais maravilhas que as mais poderosas façanhas de até o primeiro apóstolo de Jesus Cristo se afigurariam pequenas em comparação!"7

Você não gostaria de ser um semelhante conquistador? Cada um de nós pode sê-lo. E desde já.

Como?

Neste exato momento, faça um juramento a si mesmo, no sentido de que, não importando sua situação ou sua formação, você entregará seu coração a Bahá'u'lláh. Você há de tornar-se um desses heróis e heroínas imortais de Deus. Você deixará que Bahá'u'lláh o recrie e o transforme através de Seu Espírito Todo-Conquistador.

Foi a nós que o amado Guardião dirigiu estas palavras que comovem a alma:

"Onde estão as almas espirituais que, aproveitando agora sua oportunidade, alcançarão glória imperecível no serviço à Fé?"8

E outra vez diz ele:

"Quem deseja atingir a imortalidade, que se levante e erga o Chamado Divino. E haverá de se maravilhar em face das vitórias espirituais por ele ganhas."9

Não espere por mais ninguém! Pegue seu quinhão. Você pode fazê-lo sozinho, se necessário.

Diz o Mestre:

"Muitas vezes tem acontecido que uma só alma abençoada se tornou a causa de ser guia de uma nação."10

Se você gostaria de alcançar uma vitória ainda maior que a conquista de uma nação, preste atenção a esta promessa do nosso amado Guardião:

"Uma só alma pode ser a causa da iluminação espiritual de um continente."

É impossível exaurir-se este tema emocionante, o qual assegura a cada um de nós a oportunidade de atingirmos tais alturas de infinita glória. Para homem ou mulher, jovem ou criança, estas Promessas divinas oferecem, a cada um de nós, o potencial de virmos a fazer parte desta "nova raça de homens".

A nós é concedida a dádiva de transformarmos a face da Terra.

Antes de deixarmos estas estupendas, inesquecíveis e inteiramente ímpares promessas feitas a nós, os seguidores desta sublime Fé, compartilho com você as quatro seguintes: a primeira é do Báb; a segunda, de Bahá'u'lláh; a terceira, de 'Abdu'l-Bahá; e a última, é do amado Guardião.

O Báb fala-nos da última e, ao mesmo tempo, mais eminente dentre todas as Letras da Vida, Quddús, o qual acompanhou-O na peregrinação a Meca. Todas estas graças por Deus conferidas a tão insigne alma - Ele, o Báb, afirma-nos - estão ao alcance de todos nós, se nos levantarmos e nos tornarmos verdadeiros crentes.

O Báb descreve Quddús como aquele "que Deus glorificou diante da Assembléia no Alto, em virtude de seu absoluto desprendimento e sua total devoção à Vontade de Deus".

Então, o Bendito Báb faz-nos - a você e a mim - esta maravilhosa promessa:

"Não quer isso dizer que essa pessoa, (Quddús), fosse tornada objeto de especial favor - não, esse é um favor que Deus concedeu a todos os homens, mas desse favor eles se têm deixado ficar velado."11

Imagine nossa posição e nossas vitórias no campo do ensino, se formos capazes de livrar-nos dos véus que impedem-nos de contemplarmos nosso verdadeiro potencial! De tal modo grandioso é nosso destino que chega a parecer quase inconcebível.

Bahá'u'lláh mesmo conferiu a Quddús "uma posição secundária somente à do próprio Báb".

Por nosso "desprendimento" e nossa "devoção à Vontade de Deus", nós - não importa quem sejamos - haveremos de ser lembrados na história humana, quando todos os nomes mundanos e famosos de hoje caírem no esquecimento e forem "tão esquecidos quanto o pó".

É impossível jamais imaginarmos ou avaliarmos o poder que Bahá'u'lláh concedeu a cada um de nós, se nos levantarmos para o ensino. Ouçamos agora Suas Palavras:

"Quem convoca os homens em Meu Nome é, em verdade, de Mim, e ele há de manifestar o que está além do poder de todos os que estão na Terra."12

De 'Abdu'l-Bahá:

"Neste século do 'fim dos tempos', Bahá'u'lláh revelou-se, a tal ponto ressuscitando os espíritos que estes manifestaram poderes sobre-humanos."13

E de Shoghi Effendi:

"Podemos realmente dizer que esta Causa é uma Causa que capacita as pessoas a realizarem o impossível!"14

Certamente esse é o ponto final desta maravilhosa história a respeito de você e de mim - um bahá'í. É difícil crer-se que poderia mesmo haver algo a ser adicionado a esta fantástica história, e ao papel que você e eu fomos destinados a desempenhar no surgimento do Reino de Deus na Terra prometido por Cristo.

O assunto, entretanto, não se esgotou, pois agora começamos a perceber como nos é de fato possível levar a cabo semelhante tarefa - a da redenção e cura do mundo.

Podemos, por fim, alcançar um vislumbre fugaz - e que faz estremecer a alma - da maravilha que é o êxtase e radiância do Mestre quando Ele nos disse:

"Ó meu querido! Se soubesses o que foi ordenado a ti por Deus, alçarias vôo, repleto de deleite, e tua felicidade, alegria e júbilo ampliar-se-iam a cada momento."15

Que mais poderia Bahá'u'lláh fazer por nós?

De todas as dádivas, a mais doce, mais benévola, mais bela e mais generosa foi destinada a cada um de nós que se levantar em Seu serviço.

Já nos conferiu Ele os poderes do Céu, a fim de auxiliar-nos. Concedeu-nos Ele a oportunidade de tornarmo-nos inigualáveis e invencíveis instrumentos daquele Espírito Santo.

E agora, por último, Ele nos concedeu uma mina de ouro espiritual da humanidade, um veio-mater universal. Lá haveremos de encontrar, à nossa espera, aquelas "almas preparadas", ansiosas para abraçarem a Fé.

Elas estão lá fora neste momento, aguardando que venhamos e as encontremos.

É uma promessa de Deus, logo: Sagrada, Divina e Infalível!

Pense apenas no que ocorreria se todos fossemos nos unir em nossos esforços no ensino, derramando sobre os povos do mundo o amor e a unidade de Bahá'u'lláh.

O Báb nos disse o que ocorreria. Trata-se de uma promessa infalível:

"Afirmo, pela santa Essência de Deus, fossem todos no Bayán se unir nos dias de Sua Revelação, em apoio Àquele que Deus haverá de Se tornar manifesto (Bahá'u'lláh), na terra não restaria uma alma sequer - mais ainda, nenhuma coisa criada - que não ganhasse acesso ao Paraíso."16

Quão grandiosas, quão estupendas são as promessas da Causa de Deus! As palavras são incapazes de descrevê-las. No entanto, cada palavra é verdadeira.

Chegamos, agora, à nossa hora de colher o fruto: a vitória.

Disse o amado Guardião, durante minha peregrinação, que há milhares (literalmente milhares!)de pessoas ansiando pela Palavra de Deus em todas as materialistas cidades.

Em cada cidade, município ou aldeia - e disso podemos estar convictos - há "almas preparadas", que anelam por algo melhor do que têm. Elas estão esperando que nos levantemos e as atraiamos à Causa de Deus. Não se trata meramente de pessoas que buscam casualmente. Estas são "almas preparadas"! Preparadas para nós pelo próprio Deus. Apenas à nossa espera. Poderia algo ser mais emocionante que isto?

Shoghi Effendi, o Sinal de Deus na Terra, assegurou-nos do incrível poder da oração, que envolve todo o nosso vitorioso trabalho de ensino. Ele nos solicita a:

"...fazer questão especial de orar ardentemente não só pelo sucesso em geral, mas para que Deus mande a vós as almas que estejam preparadas."17

As almas que estão "preparadas"! Famintas! Esperando!

Não se trata de uma anotação de um peregrino. Esta é uma asserção escrita.

Shoghi Effendi promete-nos:
"Estas almas existem em cada cidade."18
Que milagre!

Milhares de buscadores "prontos", "almas preparadas". Milhares!

Deus as preparou!

Ouviu isto? Essas almas estão esperando por nós. Assim disse o Mestre.

Elas estão em toda parte, por todo o mundo, disse-o nosso amado Guardião, Shoghi Effendi.

Esta é uma inquestionável promessa de vitória, oriunda de duas distintas Fontes de Infalibilidade Divina.

Tudo requer apenas que nós nos levantemos e transformemos essa promessa em realidade.

"O próprio ato de tentar servir" - garante-nos Shoghi Effendi - "por mais que a pessoa se sinta sem merecimento, atrai as bênçãos de Deus e a torna mais adequada à tarefa."19

"De fato" - diz ele - "a simples ação de se levantar haverá de vos assegurar a ajuda e as bênçãos de Deus."20

Na busca desta grande vitória, bem-amados amigos, jamais deveríamos esquecer que estamos sob a infalível proteção de nossa suprema Casa Universal de Justiça, a Habitação do Senhor dos Exércitos - proteção esta que manifesta-se diariamente, a toda hora, minuto a minuto.

Onde quer que trabalhemos, e não importando quão difícil a tarefa possa afigurar-se, somos confortados pelas palavras desta preciosa Instituição:

"...por mais inauspicioso que possa parecer o panorama... Bahá'u'lláh haverá de reforçá-los com Suas Hostes, descerrando diante deles as portas da vitória. ... Ter fé nEle (Bahá'u'lláh) capacita os bahá'ís a elaborarem planos auspiciosos e, repletos de confiança, levarem-os a cabo completamente, a despeito de obstáculos aparentemente intransponíveis."21

"...temos de aproveitar as oportunidades do momento" - insta-nos a Casa Universal de Justiça - "e seguir avante dentro de seu poderoso alcance, e que haveremos de conquistar, inevitavelmente - bastando para isso que façamos nossa parte - uma total e irrestrita vitória."22

Estas palavras do Amado Mestre encerrarão esta parte de nossa carta:

"Ó vós que por Deus fostes escolhidos dentre aqueles que são chamados! Sabei que 'muitos são chamados, mas poucos escolhidos'! Sobre vós fez Ele com que descesse a Luz manifesta; a vós Ele guiou à Senda reta as Boas-Novas do Grande Triunfo!

Ó vós, bem-amados de Deus, sabei que a constância e firmeza neste novo e maravilhoso Convênio são, na verdade, o espírito que concede vida aos corações transbordantes com o amor do Glorioso Senhor. Verdadeiramente, é o poder que atinge o âmago dos corações dos povos do mundo! Vosso Senhor prometeu indubitavelmente a Seus servos firmes e constantes fazê-los vitoriosos em todos os tempos, exaltando sua palavra, propagando seu poder, difundindo suas luzes, fortalecendo seus corações, erguendo suas insígnias, auxiliando suas hostes, tornando resplandecentes suas estrelas, ampliando a abundância das chuvas de mercê sobre eles e capacitando os intrépidos leões (ou instrutores) a serem vitoriosos."23

Esta efusão do Espírito proveniente do alto, através destas preciosas e poderosas Promessas, haverá, esperançosamente, de incendiar seus corações e permitir-lhes realizarem um esforço de ensino muitíssimo maior e mais devotado que qualquer outro jamais feito. E estou certo de que principiarão afluir relatos de vitórias ímpares e sem precedentes - vitórias pelas quais farei um vigoroso esforço, a fim de que venham a ser parte de mim mesmo nos dias que encontram-se à frente.

Com o mais caloroso, mais afetuoso e mais agradecido amor a cada um de vocês,

William Sears
Mão da Causa de Deus

"Vós sois as estrelas do céu da compreensão, a brisa que sopra ao romper do dia, as águas que fluem suavemente, das quais há de depender a própria vida de todos os homens, ..."24

Bahá'u'lláh
Referências

1.A Ordem Mundial de Bahá'u'lláh; EBB; 1a ed.; 2003; p. 219

2.A Ordem Mundial de Bahá'u'lláh, p. 44
3.A Ordem Mundial de Bahá'u'lláh, p. 149

4.Seleção dos Escritos de Bahá'u'lláh; EBB; 2a ed.; 2001; p. 112

5.A Ordem Mundial de Bahá'u'lláh, pp. 150-51
6.Wellspring of Guidance; EB-USA; p. 128

7.O Advento da Justiça Divina; EBB; 2a ed.; 1977; p. 71

8.O Indivíduo e o Ensino; EBB; 1a ed.; 1981; p. 48

9.Ibid.,p.47
10.O Advento da Justiça Divina, p. 87

11.Seleção dos Escritos do Báb; EBB; 1a ed.; 1978; p. 90

12.A Proclamação de Bahá'u'lláh; EBB; 2a ed.; 1977; p. 106

13.Star of the West, vol. IV; EB-USA; p. 118

14.Letters to Australia and New Zealand; EB -AUST.; p. 70

15.Tablets of 'Abdu'l-Bahá, vol. II; EB-USA; p. 260

16.Seleção dos Escritos do Báb, pp. 90-91
17.O Indivíduo e o Ensino, p. 30
18.Ibid. p. 30
19.Ibid.,p.37
20.Ibid.,p.33

21.De uma carta datada de 11 de janeiro de 1971, da Casa Universal de Justiça à Assembléia Espiritual Nacional da Alemanha

22.Wellspring of Guidance, p. 27
23.Tablets of 'Abdu'l-Bahá, vol. II, p. 442-443
24. Seleção dos Escritos de Bahá'u'lláh, p.150.

Table of Contents: Albanian :Arabic :Belarusian :Bulgarian :Chinese_Simplified :Chinese_Traditional :Danish :Dutch :English :French :German :Hungarian :Italian :Japanese :Korean :Latvian :Norwegian :Persian :Polish :Portuguese :Romanian :Russian :Spanish :Swedish :Turkish :Ukrainian :