Announcing: BahaiPrayers.net


More Books by Compilações

A Assembléia Epiritual Nacional - The National Spiritual Assembly
A Assembléia Espiritual Local - The Local Spiritual Assembly
A Fonte de Todo Bem - The Source of All Good
A Importância da Oração e da Meditação
A Importância da Oração Obrigatória e do Jejum
A Importância das artes na promoção da Fé
A Instituição dos Conselheiros
A Lampada que Guia - Bahá'í Consultation
A Questão mais desafiadora
Aquisição de Sabedoria
Arte e Assuntos Correlatos
Assembléia Espiritual Local - Suplemento
Captando a Centelha da Fé - The Importance of Mass Teaching
Casamento Bahá'í
Conservação dos Recursos da Terra - Conservation of the Earth's Resources
Contribuição aos Fundos
Crise e Vitória
Desencorajando o Divórcio
Educação Bahai - Uma Compilação
Em busca da Luz do Reino - Excellence in all Things
Fidedignidade
Funeral Bahá'í
Huqúqu'lláh - O Direito de Deus
Juventude
Liberando o Poder da Ação Individual - Unlocking The Power of Action
Mulher
No Limiar da Paz - At the Dawn of Peace
O Aprofundamento, o Conhecimento e a Compreensão da Fé
O Convênio
O Indivíduo e o Ensino - Raising the Divine Call
Oposição da Fé
OraçSes Bahá'ís
Padrão de Vida Bahá'í
Por amor à Causa - Pionneiring
Preservando casamentos Bahá'ís
Revelação Bahá'í, A
Sabeísmo
Saúde, Higiene e Cura
Uma Conquista Especial - Proeminent People
Uma Nova Raça de Homens - A New Race of Men
Uma onda de ternura - Family Life
Uma Vida Casta e Santa
Viver a vida - Living the Life
Free Interfaith Software

Web - Windows - iPhone








Compilações : Assembléia Espiritual Local - Suplemento

A ASSEMBLÉIA ESPIRITUAL LOCAL (suplemento do livro) UMA INSTITUIÇÃO DA ORDEM ADMINISTRATIVA BAHÁ'Í COMPILADO PELA CASA UNIVERSAL DE JUSTIÇA Aprovado pela ASSEMBLÉIA ESPIRITUAL NACIONAL DOS BAHÁ'ÍS DO BRASIL 1984 ASSEMBLÉIAS ESPIRITUAIS LOCAIS Em agosto de 1970 a Casa Universal de Justiça enviou a todas as Assembléias Espirituais Nacionais a compilação das palavras de Bahá'u'lláh, 'Abdu'l-Bahá e Shoghi Effendi sobre a Assembléia Espiritual Local. A fim de suplementar este guia fundamental e da maior importância, anexamos a compilação de extratos de cartas da Casa Universal de Justiça, escritas entre 1966 e 1975, abrangendo a importância de Assembléias Espirituais Locais, seu desenvolvimento, o papel 'de apoio dos membros do Corpo Auxiliar e seus assistentes, e metas sugeridas para Assembléias Locais. (de uma mensagem do Departamento de Secretariado da Casa Universal de Justiça de Naw-Rúz 1979 para todas as Assembléias Espirituais Nacionais) AS ASSEMBLÉIAS ESPIRITUAIS LOCAIS (Baseado em trechos de comunicações da Casa Universal de Justiça). 1. A importância da Assembléia Espiritual Local À medida que a Ordem Administrativa Bahá'í se expande rapidamente por todo o mundo, incumbe a cada pessoa com ela associada, se familiarizar com seus princípios, compreender seu significado e colocar seus preceitos em prática. Somente à medida que os membros individuais das Assembléias Espirituais Locais se aprofundem nas verdades fundamentais da Fé e na aplicação correta dos princípios que governam o funcionamento da Assembléia, essa instituição crescerá e se desenvolverá em direção ao seu potencial pleno. (de uma carta de 11.8.1970 para todas as Assembléias Espirituais Nacionais) A instituição divinamente ordenada da Assembléia Espiritual Local opera nos primeiros níveis da sociedade humana e é a unidade administrativa básica da Ordem Mundial de Bahá'u'lláh. Diz respeito aos indivíduos e às famílias as quais deve constantemente encorajar a unirem-se em uma sociedade bahá'í distinta, estimulada e resguardada pelas leis, mandamentos e princípios da Revelação de Bahá'u'lláh. Ela protege a Causa de Deus, age como pastor amoroso do rebanho bahá'í. O fortalecimento e o desenvolvimento das Assembléias Espirituais Locais é um objetivo vital. O sucesso dessa meta enriquecerá grandemente a qualidade da vida bahá'í, elevará a capacidade da Fé de lidar com a entrada por tropas que já está começando a acontecer e, acima de tudo, demonstrará a solidariedade e a crescente distinção da comunidade bahá'í, atraindo, desse modo, toda vez mais almas pensantes para a Fé e oferecendo um refúgio a milhões de pessoas infelizes e sem liderança da presente ordem espiritualmente falida e moribunda. Os amigos são convocados para dar seu total apoio e cooperação à Assembléia Espiritual Local, primeiro na votação para os membros e então, pela execução enérgica de seus planos e programas, dirigindo-se a ela nos momentos de problemas ou dificuldades, orando pelo seu sucesso, e se alegrando com o seu desenvolvimento a uma posição de influência e honra. Este grande prêmio, este presente de Deus dentro de cada comunidade deve ser estimado, nutrido, amado, assistido, obedecido e lembrado em nossas orações. Uma vida comunitária firmemente estabelecida, operosa e feliz, como vislumbrada quando as Assembléias Espirituais Locais forem verdadeiramente eficazes, proverá uma firme base matriz da qual os amigos poderão derivar coragem, força e apoio amoroso em levar a mensagem divina para seu próximo e conformar suas vidas à sua autoridade benevolente. (da mensagem de Naw-Rúz 1974 aos bahá'ís do mundo) A instituição da Assembléia Espiritual Local é de importância fundamental no firme estabelecimento da Fé, e esperamos que dêem atenção especial para assegurar que tanto quanto possível, e em número cada vez maior, sejam, nas palavras do amado Guardião, amplamente estabelecidas, seguramente assentadas e eficientemente funcionando. (da mensagem de Naw-Rúz de 1974 à todas as Assembléias Espirituais Nacionais) ...a atividade vital que enriquecerá a qualidade da vida bahá'í é o fortalecimento de Assembléias Espirituais Locais, pois nesta instituição, que opera no primeiro degrau da sociedade humana, está a maior oportunidade para encorajar o firme e saudável crescimento da comunidade bahá'í. Em outras palavras, ainda que a Assembléia Espiritual Nacional e seus auxiliares possam ser eficientes, e ainda que os comitês nacionais possam funcionar diligentemente, é somente quando as Assembléias Espirituais Locais começam a operar vigorosamente, que uma base firme pode ser estabelecida para levar adiante a Mensagem Divina. (de uma carta de 3.4.1974 para uma Assembléia Espiritual Nacional) Está se tornando cada vez mais compreendido pelos· amigos porque... tão grande ênfase (é colocada) sobre a firmeza dos alicerces e a eficiência do funcionamento das Assembléias Espirituais Locais. Isto é encorajador, pois, através do grau de compreensão com que os membros destas Assembléias Espirituais Locais captam o verdadeiro significado da instituição divina na qual servem, levantam-se desprendidamente para cumprir seus deveres prescritos e sagrados, e perseveram em seus esforços, depende em grande parte o crescimento saudável da comunidade mundial do Maior Nome, a força de sua expansão e o poder de suas raízes sustentadoras. (de uma carta de 25.5.1975 para todas as Assembléias Espirituais Nacionais) 2. O Desenvolvimento das Assembléias Espirituais Locais As Assembléias Espirituais Locais são atualmente instituições recém-nascidas, a maioria esforçando-se para se estabelecer tanto na comunidade bahá'í como no mundo. Elas são, ainda, apenas embriões das majestosas instituições ordenadas por Bahá'u'lláh em Suas Escrituras... O que achamos exposto nas Escrituras da nossa fé é a elevada posição que as Assembléias Espirituais Locais devem atingir em seu desenvolvimento gradual e às vezes doloroso... Dentre os objetivos mais salientes a serem atingidos pela Assembléia Espiritual Local, em seu processo de desenvolvimento à maturidade plena estão: agir como pastor amoroso para com o rebanho bahá'í, promover a unidade e concórdia entre os amigos, dirigir o trabalho de ensino, proteger a Causa de Deus, organizar festas, aniversários e encontros regulares da comunidade, familiarizar os bahá'ís com seus planos, convidar a comunidade a oferecer suas recomendações, promover o bem estar da juventude e crianças e participar, conforme permitam as circunstâncias, em atividades humanitárias. Em seu relacionamento com o crente individual a Assembléia Espiritual Local deve continuamente convidá-lo e encorajá-lo a estudar a Fé, a difundir sua mensagem gloriosa, a viver em concordância com seus ensinamentos, a contribuir livre e regularmente para o Fundo, a participar das atividades da comunidade e procurar abrigo na Assembléia para conselho e ajuda, quando necessário. Nas suas próprias reuniões, ela deve empenhar-se em desenvolver a habilidade na difícil, porém altamente compensadora arte da consulta bahá'í, um processo que requererá grande autodisciplina da parte de todos os membros e plena confiança no poder de Bahá'u'lláh. Deveria manter reuniões regulares e assegurar-se que todos os membros sejam informados das atividades da Assembléia, que seu secretário desempenhe seus deveres e seu tesoureiro guarde e desembolse os fundos da Fé a seu contento, mantendo as contas e emitindo recibo para todas as contribuições. Muitas Assembléias acham que algumas de suas atividades tais como ensino, observação das Festas e Aniversários, soluções de problemas pessoais e outros deveres, são melhor desempenhados por comitês nomeados pela Assembléia e a ela subordinados. (de uma carta de 30.7.1972 à Assembléia Espiritual Nacional da Bolívia) Chegou a época - acreditamos - que os números cada vez maiores de Assembléias Espirituais Locais devem assumir a responsabilidade de colaborar com o trabalho de ensino de grupos, com crentes isolados e outras Assembléias Espirituais Locais de sua vizinhança. Tal extensão de metas de ensino deveria ser designada pela Assembléia Espiritual Nacional ou por um de seus comitês de ensino ou ser espontaneamente adotada pela Assembléia Espiritual Local e deve ser levada a cabo dentro do escopo; dos planos nacionais de ensino. Deve ficar claro que; por serem dadas tais metas à uma Assembléia Espiritual, esta não tem nenhuma jurisdição sobre crentes fora de sua área, menos ainda sobre outras Assembléias Espirituais Locais, apenas é chamada a colaborar com elas em seu trabalho. (de urna Mensagem de Naw-Rúz 1974 para todas as Assembléias Espirituais Locais) Nós ansiamos por ver uma Assembléia Espiritual Local tanto adotar espontaneamente suas próprias metas como calorosamente receber aquelas que foram ou que serão dadas pela sua Assembléia Espiritual Nacional, ampliar o número dos adeptos que compõem a sua comunidade local e guiada pelas instruções gerais da sua Assembléia Espiritual Nacional, proclamar a Fé mais efetivamente, perseguir energicamente as metas de expansão de ensino e de consolidação, organizar a observância dos Dias Sagrados, realizar regularmente as Festas de Dezenove Dias e suas reuniões de aprofundamento, iniciar e manter os projetos da comunidade, encorajar a participação de cada membro da comunidade nas contribuições ao Fundo e empreender as atividades e os serviços administrativos a fim de tornar cada localidade uma fortaleza da Fé e um apoio luminoso do Convênio... (de uma carta de 25.5.75 para todas as Assembléias Espirituais Nacionais) A adoção de um plano local pela Assembléia Local pode exercer uma influência de grande alcance em seu trabalho e na vida da comunidade. (de uma carta de 24.12.15 para uma Assembléia Espiritual Nacional) 3. O Papel de Apoio dos Membros do Corpo Auxiliar e seus Assistentes As Assembléias Espirituais Nacionais, em consulta com seus Conselheiros, devem valer-se dos serviços dos membros do Corpo Auxiliar e seus assistentes, que, junto com os instrutores viajantes selecionados pela Assembléia ou seus Comitês de Ensino, devem ser continuamente encorajados a conduzir cursos de aprofundamento... e fazer visitas regulares às Assembléias Espirituais Locais. Os visitantes, se membros do Corpo Auxiliar, seus assistentes ou instrutores viajantes, "devem encontrar-se em tais ocasiões, não apenas com a Assembléia Espiritual Local, mas naturalmente com os membros da comunidade local, coletivamente, em reuniões gerais e mesmo, se necessário, individualmente em seus lares". Os assuntos a serem discutidos em tais reuniões com a Assembléia Espiritual Local e os amigos devem incluir, dentre outros, os seguintes pontos: 1. a extensão da difusão e status da Fé hoje em dia; 2. a importância das orações diárias obrigatórias (no mínimo a oração pequena); 3. a necessidade de educar as crianças bahá'ís nos ensinamentos da Fé e encorajá-las a memorizar algumas das orações; 4. o estímulo à juventude para participar na vida comunitária, dando palestras, etc. tendo atividades próprias, se possível; 5. a necessidade de obedecer as leis do casamento, isto é, a necessidade de ter uma cerimônia bahá'í, obter o consentimento dos pais, observar a monogamia; fidelidade após o casamento; e também a importância da abstinência a todas as bebidas intoxicantes e drogas; 6. o Fundo Local e a necessidade dos amigos entenderem que o ato voluntário de contribuição ao Fundo é tanto um privilégio como uma obrigação espiritual. Deveria haver discussão de vários métodos que poderiam ser seguidos pelos amigos para facilitar suas contribuições e as várias opções que a Assembléia Espiritual Local tem para utilizar seu Fundo Local para servir aos interesses de sua comunidade e a Causa; 7. a importância da Festa de Dezenove Dias e o fato de que ela deve ser uma ocasião alegre e um ponto de inspiração para toda a comunidade; 8. a maneira de eleição com tantas sessões de treinamento quantos se fizerem necessárias, incluindo ensinamentos de métodos simples de votação para analfabetos, como por exemplo: tendo uma casa central como local para votação e providenciando para que uma pessoa alfabetizada, mesmo sendo até uma criança, esteja aí presente durante todo o dia, se necessário; 9. E por fim, porém não de menos destaque, o todo importante trabalho de ensino, tanto na própria localidade como em centros vizinhos, assim como a necessidade de continuamente aprofundar os amigos nos fundamentos da Fé. Os amigos devem ser levados à compreender que em se ensinando a Fé para outros, devem não somente se esforçar para ajudar a alma que busCa a entrar na Fé, mas também torná-la um instrutor da Fé e seu ativo apoiador. Todos os itens acima devem obviamente ser enfatizados dentro dos limites da importância da Assembléia Espiritual Local que deve ser encorajada a dirigir vigorosamente sua atenção para estas funções vitais e tornar-se o próprio coração da vida comunitária de sua própria localidade, mesmo que suas reuniões sejam oneradas com os problemas da comunidade. Os amigos da comunidade devem entender a importância da lei da consulta e compreender que para a Assembléia Espiritual Local é que eles devem se voltar, aquiescer a suas decisões, apoiar seus projetos, cooperar de todo o coração com ela em sua tarefa de promover os interesses da Causa e procurar seus conselhos e guia na solução de problemas pessoais e no julgamento de desentendimentos caso surjam entre os membros da comunidade. (de uma carta de 2.2. 1966 para todas as Assembléias Espirituais Nacionais envolvidas no trabalho de ensino em massa) É neste nível local da vida comunitária bahá'í - a própria base da estrutura administrativa da Fé - que freqüentemente encontramos falha de autoridade e eficiência adequadas. É neste mesmo nível que nosso amado Guardião incentivou os Membros do Corpo Auxiliar para estabelecer contato com as Assembléias Espirituais Locais, grupos, centros isolados e crentes individuais e através de visitas sistemáticas à localidades bem é como por correspondência, ajudar a promover os interesses do Plano, dar assistência à pronta e eficiente execução de metas, zelar pela segurança da Fé, estimular e fortalecer o trabalho de ensino e de pioneiros, inculcar nos amigos a importância do esforço individual, da iniciativa e sacrifício, e encorajá-las a particulares das atividades bahá'ís e serem unidos em todas as circunstâncias. (de uma mensagem de 17. 11.71 para o Corpo Continental de Conselheiros) As metas dos membros do Corpo Auxiliar e seus assistentes, mencionadas anteriormente em relação aos serviços dos assistentes, "devem ser a de ativar e encorajar as Assembléias Espirituais Locais, chamar a atenção dos membros da Assembléia Espiritual Local para a importância de manter reuniões regulares, de encorajar as comunidades locais a se reunirem para as Festas de Dezenove Dias e Dias Sagrados e auxiliar o aprofundamento na compreensão dos Ensinamentos de seus companheiros de Fé... (de uma mensagem de 7.10.73 aos bahá'ís do mundo) "Nós confiamos que a instituição do Corpo de Conselheiros emprestará seu apoio vital e através dos próprios contatos dos conselheiros com os amigos, através de seus Corpos de Auxiliares e seus assistentes, nutrirá as raízes de cada comunidade local, enriquecerá é cultivará o solo do conhecimento dos ensinamentos e o irrigará comas águas vivas do amor por Bahá'u'lláh. Assim os brotos crescerão em fortes árvores e estas carregar-se-ão de frutos dourados." (de uma carta datada de 25.5.75 para todas as Assembléias Espirituais Nacionais) 4. Metas Sugeridas para a Assembléia Espiritual Local Qualquer plano deve ter um prazo e metas específicas, expressas em números, de preferência e se possível. Para uma Assembléia Espiritual Local seria melhor, pelo menos nos estágios iniciais de seu desenvolvimento, estabelecer prazos de nove meses a um ano. Naturalmente, é também muito possível ter uma série de planos de pequena duração, digamos, de 2 a 3 meses, durante o ano. Os exemplos de metas locais relacionados abaixo estão em forma de perguntas que cada Assembléia Espiritual Local poderia se fazer ou ser-lhe feita pela Assembléia Espiritual Nacional. As perguntas têm a finalidade de dirigir à adoção de uma meta específica. Uma nota explicativa segue os itens que podem necessitar de esclarecimento ou comentário. A. ENSINO 1. Quantos crentes novos? (O Plano pede por "um grande aumento no número de crentes" e confirmações de indivíduos "de cada nível da sociedade". O ideal para cada comunidade local é dobrar-se a cada ano, uma vez que cada crente deveria, de acordo com o desejo do Mestre, guiar uma alma para a Causa de Deus todo ano. Em algumas áreas, inicialmente, isto pode ser um projeto ambicioso e a princípio uma meta mais modesta pode ser adotada). 2. Ouantos firesides? (Shoghi Effendi instou com os amigos para manterem um fireside a cada dezenove dias em suas casas. Os amigos desejando atender a este desejo, poderiam dar seus nomes para a Assembléia Espiritual Local). 3. Pode ser assumido um compromisso para se ter atividades de ensino fora da área de jurisdição da Assembléia Local? (Obviamente só as Assembléias Espirituais Locais fortes podem manter tal meta). B. PROCLAMAÇÃO 4. Estão disponíveis para a Assembléia Espiritual Local os meios de comunicação em massa tais como rádio, televisão e imprensa? Pode ser adotada uma meta para tais atividades? 5. Podem ser planejadas reuniões públicas? Em caso afirmativo, quantas? 6. Quais métodos podem ser adotados para a disseminação de literatura bahá'í tais como distribuição de livros às bibliotecas locais, etc...? Pode esta meta ser expressa de forma desafiadora? 7. Pode a comunidade local participar de atividades sociais e humanitárias da sociedade da qual ela é parte? Pode ser dado um modesto passo nesta direção? 8. Pode ser melhorada a freqüência dos amigos às Festas de Dezenove Dias? E os aniversários? Pode ser expresso numericamente o aumento na freqüência, por exemplo, uma porcentagem dos que comparecem? 9. Podem ser feitas reuniões regulares para o benefício dos amigos locais? Em caso afirmativo, com que freqüência e quando? (Na compilação recente sobre "Reuniões" enviada a todas as Assembléias Espirituais Nacionais, 'Abdu'l-Bahá exorta os amigos a manter essas reuniões como uma atividade constante e elogia reuniões semanais. Ele aconselha repetidamente os crentes a lerem e recitarem a Palavra Sagrada em tais reuniões e a palestrarem sobre os ensinamentos, as provas e a história da Fé). 10. Podem ser realizadas reuniões matinais de oração diariamente? E caso afirmativo, onde e quando? (Se isto não é viável diariamente, um esforço poderia ser feito para realizar tais reuniões menos freqüentemente. Em tais reuniões devocionais poderiam ser lidas não só orações, mas também seleção apropriadas das Sagradas Escrituras. Bahá'u'lláh frisou sobre a Palavra de Deus "deve depender a reunião e ressurreição espiritual de todos os homens", que "cada palavra q e se originou da boca de Deus está dotada de tal potência e pode insuflar vida nova em cada forma humana" e que asse o homem "sentir a doçura das palavras que os lábios do Todo-Misericordioso desejou proferir, ele renunciaria, apesar de possuir os tesouros da terra, a todos eles, a fim de que pudesse provar a verdade de um de Seus Mandamentos". É por causa de tais considerações que o Plano de Cinco Anos pede aos amigos que memorizem trechos das Escrituras. Se um crente acha difícil decorar, ele pode ser encorajado a fazer, para seu próprio uso, uma seleção de extratos, embora curtos, que ele possa reler e apreciar quando desejar para satisfazer seu íntimo.) 11. Podem ser encorajadas atividades de jovens? Em caso afirmativo, de que modo? 12. Podem ser estabeleci das atividades e classes para crianças? Em caso afirmativo, poderia ser adotada uma meta específica? 13. Podem ser mantidas atividades de jovens? Isto poderia ser expresso através de uma meta? 14. A comunidade é forte o suficiente para estabelecer um Hazíratu'l-Quds local? 15. Pode ser adquirida e mantida uma dotação local e possível mente usada como investimento para a comunidade? 16. Como podem ser encorajadas as contribuições locais ao Fundo local? Pode ser adotada uma meta? 17. Pode a comunidade local servir de anfitriã para uma conferência regional de comunidades e localidades vizinhas? 18. Pode a Assembléia Espiritual Local publicar uma carta noticiosa? Quando as metas são finalmente decididas é importante que sejam anunciadas aos amigos. Devemos ter sempre em mente que Shoghi Effendi esperava ver cada crente envolvido no trabalho bahá'í de modo que a participação universal possa ser alcançada. Seria mais efetivo se a Assembléia Espiritual Local, anteriormente a tal anúncio, nomeasse comitês locais, para cada um dos quais um tipo de atividade ou uma ou mais metas locais possam ser designadas. Tais comitês não necessitam de muitos membros. Quando as nomeações dos comitês são feitas a Assembléia Espiritual Local estará totalmente preparada para anunciar suas metas e seus comitês à comunidade, quer em uma Festa de. Dezenove Dias ou em uma reunião especialmente convocada. (de uma carta de 24.12.75 à uma Assembléia Espiritual Nacional)


Table of Contents: Albanian :Arabic :Belarusian :Bulgarian :Chinese_Simplified :Chinese_Traditional :Danish :Dutch :English :French :German :Hungarian :Italian :Japanese :Korean :Latvian :Norwegian :Persian :Polish :Portuguese :Romanian :Russian :Spanish :Swedish :Turkish :Ukrainian :