Announcing: BahaiPrayers.net


More Books by Ridvan

Ridvan 121 1964
Ridvan 134 1977
Ridvan 137 1980
Ridvan 138 1981
Ridvan 139 1982
Ridvan 140 1983
Ridvan 141 1984
Ridvan 143 1986
Ridvan 144 1987
Ridvan 145 1988
Ridvan 146 1989
Ridvan 147 1990
Ridvan 148 1991
Ridvan 149 1992
Ridvan 150 1993
Ridvan 151 1994
Ridvan 152 1995
Ridvan 153 1996
Ridvan 153-I 1996
Ridvan 154 1997
Ridvan 155 1998
Ridvan 156 1999
Ridvan 157 2000
Ridvan 158 2001
Ridvan 159 2002
Ridvan 160 2003
Ridvan 161 2004
Ridvan 162 2005
Ridvan 163 2006
Ridvan 164 2007
Ridvan 165 2008
Ridvan 166 2009
Ridvan 167 2010
Ridvan 168 2011
Ridvan 169 2012
Ridvan 170 2013
Free Interfaith Software

Web - Windows - iPhone








Ridvan : Ridvan 166 2009

Há apenas três anos desafiámos o mundo Bahá’í a explorar a estrutura de acção que tinha emergido com grande clareza na conclusão do último Plano mundial. A resposta, tal como esperávamos, foi imediata. Em todo o lado, os amigos ergueram-se cheios de vigor no encalço da meta de estabelecer programas intensivos de crescimento em nada menos que 1500 agrupamentos no mundo inteiro, e o número desses programas começou imediatamente a aumentar. Mas nessa altura ninguém poderia imaginar quão profundamente o Senhor das Hostes, na Sua inescrutável sabedoria, tencionava transformar a Sua comunidade em tão curto período de tempo. Quão determinada e confiante estava a comunidade quando celebrou os seus feitos a meio do actual Plano nas quarenta e uma conferências regionais espalhadas pelo planeta! Que extraordinário contraste providenciou a sua coerência e energia ao desconcerto e confusão de um mundo envolvido numa espiral de crises! Esta era, na verdade, a comunidade dos bem-aventurados a que o Guardião se referira. Esta era uma comunidade conhecedora das imensas potencialidades com que fora dotada e consciente do papel que está destinada a desempenhar na reconstrução de um mundo despedaçado. Esta era uma comunidade em ascensão, sujeita a grave repressão numa parte do planeta, mas, ainda assim, erguendo-se sem temor nem amedrontamento como um todo unido e fortalecendo a sua capacidade para alcançar o propósito de Bahá’u’lláh de libertar a humanidade do jugo da mais horrenda opressão. E, nos quase oitenta mil participantes que assistiram às conferências, vimos neste cenário histórico o emergir de um crente individual supremamente confiante na eficácia dos métodos e ferramentas do Plano e notavelmente destro na sua utilização. Cada uma das almas deste poderoso oceano foi testemunha da potência transformadora da Fé. Cada uma delas foi a prova da promessa de Bahá’u’lláh de ajudar todos aqueles que se erguem com desprendimento e sinceridade para O servir. Cada uma delas proporcionou um vislumbre daquela raça de seres, consagrados e corajosos, puros e santificados, destinados a evoluir ao longo de gerações sob a influência directa da Revelação de Bahá’u’lláh. Nelas vimos os primeiros sinais do cumprimento da nossa esperança expressada no início do Plano de que a influência edificadora da Fé se estenderia a centenas de milhares através do processo de instituto. Tudo indica que no final do período do Ridván o número de programas intensivos de crescimento em todo o mundo ultrapasse os 1000. Que outra coisa podemos fazer no início deste que é o mais alegre dos Festivais senão inclinar as nossas cabeças em humildade perante Deus e dar-lhe graças pela Sua generosidade sem limites para com a comunidade do Maior Nome.

4

Aos Bahá’ís do Mundo Ridván de 2006


Table of Contents: Albanian :Arabic :Belarusian :Bulgarian :Chinese_Simplified :Chinese_Traditional :Danish :Dutch :English :French :German :Hungarian :Italian :Japanese :Korean :Latvian :Norwegian :Persian :Polish :Portuguese :Romanian :Russian :Spanish :Swedish :Turkish :Ukrainian :